Sem punições para o Cagliari e Inter nos casos de racismo

Sem punições para Cagliari e Inter em relação aos cânticos racistas e discriminatórios nos jogos contra Juventus e Chievo Verona: o juiz de esportes da Série A decidiu isso.

Detalhe, no caso do Cagliari-Juventus, a Justiça ordenou novas investigações sobre os incidentes racistas dos torcedores contra os atletas da “Velha Senhora” Moise Kean e Blaise Matuidi.

No entanto, a decisão não foi impor quaisquer sanções contra o Cagliari, “observando que os cânticos em questão, embora certamente repreensíveis, tiveram uma relevância objetivamente limitada durante a corrida, também em termos de sua percepção real”.

O caso de Inter-Chievo Verona é diferente, no qual vários coros anti-napolitanos foram entoados na Curva Nord durante a partida, mas que no entanto, não levaram o clube a ter qualquer punição, pois “o relatório não foi recebido nos termos previstos pelo art. 35, 2.1 CGS”, segundo o qual “O processo relativo ao comportamento dos torcedores e das equipes são realizadas com base no relatório dos oficiais da partida, quaisquer suplementos e relatórios do Ministério Público Federal e quaisquer comissários de campo designados pelas respectivas ligas, comitês ou divisões que devem ser transmitidos ao juiz de esportes até as 14h do dia, a partida”.

Acesse e leia nossos “Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol” 201420152016, e 2017 com os casos de preconceito e discriminação no esporte brasileiro aqui

Fonte: CalcioeFinanza

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *