Igor Julião paga exame de estudante que deseja entrar em universidade

Lateral-direito do Fluminense entrou em contato com Pablo, de 22 anos, morador da Maré, que pediu ajuda nas redes sociais. Valor de R$ 60 será para exame de qualificação da UERJ

Igor Julião se colocou à disposição para pagar exame de estudante (Foto: Divulgação)

O lateral-direito Igor Julião é conhecido pelos seus lances dentro de campo e ações sociais fora dele. Nas redes sociais, nesta quarta-feira, demonstrou mais um traço de sua personalidade. O atleta do Fluminense se colocou à disposição para pagar o exame qualificatório do estudante Pablo Marcelino, de 22 anos, morador da favela de Maré, que deseja cursar jornalismo na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

– Ele precisava de um exame pago e ajudei. Pedi os dados dele por direct e ele mandou. Ele agradeceu e falei que estou disposto a ajudar nos próximos. Falei que quero que mais Pablos ocupem as universidades públicas – declarou Julião.

Tudo começou quando Pablo publicou uma mensagem pedindo ajuda em sua conta no Twitter. Ele se identificou e afirmou que “está desempregado e não tem dinheiro para pagar o primeiro exame de qualificação da UERJ”. A ação repercutiu nas redes sociais e foi compartilhada por diversas pessoas até chegar ao lateral-direito do Fluminense, que decidiu ajudar.

Olá, sou Pablo, tenho 22 anos e sou morador da Maré. Estou desempregado e não tenho dinheiro para pagar o primeiro exame de qualificação da UERJ. Alguma boa alma pode me ajudar com essa? Prometo que futuramente irei retribuí-los em dobro. Me chamem no privado. — Favelado sou ✊🏾 (@pabloomarcelino) 10 de abril de 2019

– Recebi diversas mensagens oferecendo ajuda e uma delas foi a do Julião, que fez o deposito de imediato e de uma aluna da própria UERJ, que ajudou com uma quantia para passagem e alimentação. Fico feliz em saber que mesmo na situação caótica que o nosso país se encontra é possível encontrarmos pessoas boas e que estão dispostas ajudar o próximo – contou Pablo.

Igor Julião entrou em contato direto com o estudante e, após conversar com o mesmo, se responsabilizou em custear os R$ 60 da tentativa – caso seja aprovado, ainda terão mais duas. Pablo Marcelino é ator, roteirista e colunista no canal “Voz das Comunidades”, conhecido por retrata a vida nas comunidades do Rio de Janeiro. Ele costuma escrever sobre a favela da Maré, onde reside.

Acesse e leia nossos “Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol” 201420152016, e 2017 com os casos de preconceito e discriminação no esporte brasileiro aqui.

Fonte: Lance

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *