Em palestra no Congresso Olímpico, Bernardinho volta a falar de Tifanny: “Tem que debater”

Bernardinho em palestra no Congresso Olímpico — Foto: Ana Patrícia/Exemplus/COB

Um dos maiores nomes da história do vôlei nacional, o técnico Bernardinho, atualmente no Sesc/Rio, falou novamente, neste sábado, sobre a oposta Tifany. Em uma palestra do Congresso Olímpico, em São Paulo, ele foi perguntado sobre o fato da jogadora, transexual, ser um dos destaques da modalidade atualmente:

– Vai ter que ter ciência em cima disso, tem que ter debate, são coisas novas. A gente quer justiça no esporte, o fair, queremos ser justos sem jamais desrespeitar a diversidade. O esporte é extremamente democrático, e tenho muito orgulho de fazer parte desse mundo. O mundo está em transformação para nossos jovens, acredito muito nisso – disse.

O técnico, dono de seis medalhas olímpicas como treinador e uma como jogador, entrou em uma polêmica no fim do mês passado. Em uma partida de seu time, Sesc/Rio, contra o Bauru, equipe de Tifany, as câmeras da transmissão pegaram uma frase dele durante a partida, chamando a oposta de homem. Minutos após o ocorrido, ele pediu publicamente desculpas e a jogadora as aceitou.

O Congresso Olímpico está em sua primeira edição, reunindo diversos nomes do esporte em São Paulo. Além de Bernardinho, o evento contou com palestras de Robert Bowman, ex-técnico do nadador Michael Phelps, e Chelsea Warr, diretora do Comitê Olímpico da Grã Bretanha.

Cerca de mil pessoas estiveram no Congresso, incluindo grandes nomes da história, como Alessandra, campeã mundial de basquete, Arthur Nory, bronze na Olimpíada do Rio de Janeiro na ginástica, e Daiane dos Santos, ouro no Campeonato Mundial de ginástica em 2003.

Acesse e leia nossos “Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol” 201420152016, e 2017 com os casos de preconceito e discriminação no esporte brasileiro aqui

Fonte: GloboEsporte

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *