A Conmebol no seu regulamento da Libertadores da América determina:

Artigo 12 – Discriminação e comportamentos similares

1 – Qualquer pessoa que insulte ou atente contra a dignidade humana de outra pessoa ou grupo de pessoas, por qualquer meio, por motivos de cor de pele, raça, etnia, idioma, religião ou origem será suspensa por um mínimo de cinco partidas ou por um período de tempo específico

2 – Qualquer associação membro ou clube cujos torcedores realizem os comportamentos descritos no parágrafo anterior será sancionado com uma multa de ao menos US$ 3 mil (R$ 7 mil)

3 – Se as circunstâncias particulares do caso requererem, o órgão disciplinar competente pode impor sanções adicionais à associação membro ou ao clube responsável, como jogar um ou mais jogos de portões fechados, a proibição de jogar uma partida em um estádio determinado, concessão da vitória do encontro pelo resultado que se considere, a perda dos pontos e a desclassificação da competição

4 – Se proíbe qualquer propaganda de ideologia extremista antes, durante e depois da partida. Aos infratores deste caso, se aplicarão as sanções previstas nos parágrafos de 1 a 3 deste mesmo artigo