Jaylen Brown, dos Celtics, levanta bandeira contra o presidente Trump

Jaylen Brown (gettyimages)

Jaylen Brown, um dos jogadores jovens mais promissores da NBA, foi mais um entre vários atletas norte-americanos a levantar voz contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Brown está em Londres com os Celtics para o NBA London Game 2018 diante do Philadelphia 76ers, nesta quinta. Em entrevista ao jornal inglês The Guardian, o jogador disse que Trump “tem tornado o racismo mais aceitável nos Estados Unidos”.

– O racismo definitivamente existe nos Estados Unidos. Claro que muita coisa mudou. As oportunidades que tenho hoje são muito maiores que as que eu teria há 50 anos. Então as pessoas acham que o racismo se dissipou e não existe mais. Mas está escondido em lugares mais estratégicos. Você vê menos as pessoas dizerem certas coisas na sua cara. Mas Trump tem deixado os racistas mais confortáveis para dizerem o que pensam” – disse Jaylen Brown.

Recrutado pelos Celtics em 2016 como 3ª escolha geral, o ala é um grande talento em quadra, capaz de contribuir tanto no ataque quanto na defesa. Em sua segunda temporada, o jogador tem dado claros sinais de evolução. Brown, no entanto, se destaca também fora de quadra. É tido por grande parte da imprensa como um dos atletas mais inteligentes e articulados da liga.

https://twitter.com/NBAUK/status/950743990881562624?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fsportv.globo.com%2Fsite%2Fnba%2Fnoticia%2Fjaylen-brown-dos-celtics-levanta-bandeira-contra-o-presidente-trump.ghtml

Líder da Conferência Leste, o Boston Celtics enfrenta nesta quinta o Philadelphia 76ers, que está em 9º na mesma conferência. Será a 91ª partida da NBA na Europa na história, e o oitavo jogo de temporada regular consecutivo na capital londrina.

Acesse e leia nossos “Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol” 20142015 e 2016, com os casos de preconceito e discriminação no esporte brasileiro aqui

Fonte: GloboEsporte

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *