Felipe Melo acusa jogador do Peñarol de racismo: “Ele me chamou de macaco”

Foto: Palmeiras / Divulgação

Foto: Palmeiras / Divulgação

Após a vitória do Palmeiras sobre o Peñarol, na noite desta quarta-feira, pela Copa Libertadores, o volante Felipe Melo acusou Gastón Rodríguez, da equipe uruguaia, de racismo. Irritado com a atitude do adversário, o brasileiro desabafou.

— Ele me chamou de macaco. Vai ver a mulher dele traiu ele com um negão. Se fosse em outro tempo, daria um socão na cara dele. Mas agora estou mais calmo. Glória a Deus — relatou.

— Ele é moreno escuro. Na época da escravidão, ele iria levar chibatada igual a mim — completou.

O jogo no Allianz Parque teve clima quente, com provocações e discussões de lado a lado. Ao ser apresentado ao Palmeiras, Melo afirmou que se tivesse “que dar tapa na cara de uruguaio, vou dar”.

Acesse e leia nossos “Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol” 2014 e 2015, com os casos de preconceito e discriminação no esporte brasileiro aqui

Fonte: GloboEsporte

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *