Bibiana Steinhaus será a primeira mulher a apitar uma partida da Bundesliga

foto: alliance/dpa/M.Hitij

A associação alemã de futebol (DFB) confirmou em um comunicado divulgado no site, na quinta-feira, que Bibiana Steinhaus, de 38 anos, vai apitar a partida entre o Hertha e o Werder Bremen no Estádio Olímpico de Berlim, no domingo. A notícia foi divulgada pelo jornal Bild, de circulação em massa, no início da semana.

Na declaração do DFB, Steinhaus disse que estava ansiosa pelo seu primeiro jogo no comando.

“Estou satisfeita por esse grande desafio para mim e espero logo o domingo chegar”, disse ela. “Estamos definitivamente bem preparados para isso”.

          Reação positiva

A inclusão de Steinhaus na lista de árbitros selecionáveis para apitar jogos da Bundesliga foi recebida positivamente quando divulgada em maio, e as reações iniciais sobre a noticia do jogo de domingos são semelhantes.

“Ela ganhou isso por excelentes desempenhos – e, no final, é o mais importante”, disse o treinador de Bremen, Alexander Nouri, em sua conferência de imprensa.

Embora seu clube não esteja envolvido na partida de domingo que entrará para a história, o treinador do Hoffenheim também foi convidado para a conferência de imprensa. Julian Nagelsmann concordou que Steinhaus ganhou a chance de apitar na Bundesliga.

“Não me importo se o árbitro é uma mulher ou um homem”, disse ele. O principal é que eles façam bem seu trabalho”.

          Vasta experiência

Steinhaus trilhou um longo caminho até ter esta oportunidade, afinal é árbitra há 18 anos, primeiramente na principal divisão feminina da Alemanha, a Frauen-Bundesliga. Bibiana, cujo pai também foi árbitro, começou a apitar jogos masculinos na segunda divisão em 2007, tornando-se a primeira mulher a apitar uma partida masculina profissional na Alemanha.

Ela também tem uma extensa experiência internacional tendo apitado a final da Copa do Mundo Feminina em 2011 e a final do torneio feminino nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. A força da equipe alemã às vezes impediu que ela fosse além em muitos torneios.

Em maio passado, a UEFA indicou Steinhaus para apitar a final da Liga dos Campeões das Mulheres entre Olympique de Lyon e Paris Saint-Germain, afinal essa foi a primeira vez na história do torneio que um time alemão não alcançou a final.

No domingo, ela se tornará a primeira mulher a apitar na Bundesliga – ou em todas as outras principais ligas da Europa: a Premier League, a Liga, a Serie A ou a Ligue 1.

Acesse e leia nossos “Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol” 2014 e 2015, com os casos de preconceito e discriminação no esporte brasileiro aqui

Fonte: DW

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *