Às vésperas da Copa, TyC Sports provoca Putin com comercial contra homofobia

Canal mostra a maneira apaixonada pela qual os argentinos vivem e sentem o futebol, ainda mais durante o Mundial

Reprodução: YouTube

Às vésperas da Copa do Mundo de 2018, o canal de TV argentino TyC Sports resolveu provocar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, por conta da homofobia no país europeu. No vídeo, intitulado “Putin”, a emissora mostra a maneira apaixonada pela qual os argentinos vivem e sentem o futebol, sentimentos que são exaltados e se multiplicam quando a seleção joga no Mundial.

“Viemos de um lugar que é comum um homem chorar por outro. Talvez o senhor se espante ao ver um homem agachado diante de outro, mas para nós é normal. Se para você o amor entre homens é uma doença, nós estamos muito doentes. E é contagioso”, diz a peça publicitária.

Mais do que uma mera provocação, o TyC Sports defende com a mensagem que o futebol é uma natural ferramenta para a união entre homens e o faz através de uma crítica às manifestações de homofobia na Rússia, principalmente vindas do seu presidente. O anúncio tornou-se viral rapidamente, mas acabou recebendo fortes críticas do público e de algumas instituições. Todas elas vieram, principalmente, das redes sociais. Dado o buzz, o canal retirou o vídeo do ar, mas ele segue ativo em perfis no YouTube.

Sempre provocativo e com posicionamento definido em relação aos mais diversos temas da esfera global, o TyC já havia causado polêmica em 2016, por ocasião da disputa da Copa América Centenária. Realizada nos Estados Unidos, a campanha exibia imagens de sul-americanos viajando para o país para apoiar suas seleções, em uma clara crítica ao discurso do presidente Donald Trump contra a imigração.

Senhor Presidente da Rússia,

Soubemos que seu país não admite
manifestações de amor entre homens.

Então, estamos com problemas.

A gente vem de um lugar onde é comum
ver um homem chorar por outro homem.

Talvez lhe espante
ver um cara abaixado em frente a outro,
mas, para nós, é normal.

Tão normal como vê-los rolando na grama,
passeando com os genitais no pescoço,
tatuando-se em uma das tetas,
ou lutando pelo suor alheio.

Talvez, para homens duros como o Senhor,
alguns gestos de amor sejam difíceis de entender.
Como falar de correr nu para abraçar o homem dos seus sonhos.

Mas podemos assegurar ao Senhor
que não há nada mais emocionante
que ver um homem dando tudo por outros homens,
e que não há nada mais excitante
do que ver um grupo de homens
pulando, nus, em um vestiário.

Ainda mais se estamos vendo Deus,
como Deus o trouxe ao mundo.

Senhor Putin,
para você o amor entre homens é uma doença,
e nós estamos muito doentes.

E quer saber?

É contagioso.

Confira outros vídeos da TyC:

Copa América Centenário (2016)

Copa o Mundo no Brasil (2014)

Acesse e leia nossos “Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol” 20142015 e 2016, com os casos de preconceito e discriminação no esporte brasileiro aqui.

Fonte: MKT Esportivo e FUTMKT

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *